Não sou uma boa entendedora de moda, apenas sei do que gosto, e do que não gosto. Gosto de acompanhar blogs, sites, revistas, programas em torno deste assunto. Talvez o meu trabalho faça com que eu tenha uma observação maior para esse segmento, seguido de uma certa paixão.

Gosto de ver os looks e viajar pensando quais seriam os tipos de sapatos, acessórios, bolsas, cabelos que combinam, que eu consideraria adequados para tal. Assim funciona também na arquitetura, no design de objetos, e até no cinema. Tabelas de cores, me seduzem. Letras, formas, tipografia me deixou apaixonada.

Dessa forma, tenho que confessar: sou apaixonada por moda. Da mesma forma que não sou boa entendedora de cinema, mas a paixão toma conta do meu ser. Gosto de observar características que unem os dois. A estética, o visual e suas composições chamam minha atenção muito mais que muitas outras coisas.

Por causa dessas minhas paixões, vou mostrar aqui alguns trailers de filmes que o figurino, a fotografia, cenário e direção de arte muito me marcou.


“A Duquesa” e seu belíssimo figurino aguçou ainda mais a beleza de Keira Knightley com suas perucas encaracoladas. Minhas irmãs tem cabelos parecidos, cabelos que inspiram vida, e que eu sempre sonhei em ter.


“Desejo e Reparação” me encantou com as linhas retas, a cintura baixa e o romantismo em seu figurino. Esse é um filme que muito me marcou, seguido de “Orgulho e Preconceito” e “Razão e Sensibilidade”. Em um outro momento, já tinha falado de outras características nesse belo drama que me encanta (clique aqui).


“A Troca” talvez tenha sido um dos filmes mais tristes que pude ver em minha vida, mas temos que admitir que Angelina Jolie, com toda sua beleza e elegância muito nos inspira. O seu cabelo é digno de muita admiração.


“Coco before Chanel” eu não poderia deixar de falar. Talvez o filme deixe um pouco a desejar, mas seu figurino só poderia nos dar uma excelente lição de elegância.


E claro, ainda com Audrey Tautou, “O Fabuloso Destino de Amelie Poulain” com seu rostinho doce e seus cabelos de dar inveja. Um drama forte e doce ao mesmo tempo, divertido com suas composições de cores e formas de um jeito bem “Paris” de ser. Preciso falar mais???

Anúncios